Precificação de lotes e quadras: Saiba como definir para não ter prejuízos

Precificação de lotes e quadras: Saiba como definir para não ter prejuízos?

Precificar algum serviço ou produto nem sempre é uma tarefa fácil, concorda?  Ainda mais, para empreendedores do ramo de loteamentos, pois existem algumas regras básicas que devem ser seguidas para não perder dinheiro em seus investimentos.

Normalmente, o preço de um lote ou quadra é definido por m² e nesses casos, nem sempre os terrenos possuem o mesmo tamanho.

Dessa forma, para chegar ao valor de cada um, é necessário multiplicar o valor do m² pela metragem total de cada terreno.

Sendo assim a lógica é bem simples: Quanto maior o terreno, maior será seu valor.

Como calcular o M²?

Normalmente, o preço de um lote ou quadra é definido por m² e nesses casos, nem sempre os terrenos possuem o mesmo tamanho.

Dessa forma, para chegar ao valor de cada um, é necessário multiplicar o valor do m² pela metragem total de cada terreno. Sendo assim a lógica é bem simples: Quanto maior o terreno, maior será seu valor.

Os critérios usados variam um pouco, mas, normalmente leva-se em conta alguns pontos como:

  • Localização do terreno;
  • Valorização daquela região;
  • O perfil do bairro ou do loteamento, caso seja condomínio fechado é necessário junto, calcular a infraestrutura deste condomínio;

Outras considerações para precificar seus lotes

Existem três tipos de estratégias, também relevantes, para definição de preços, na qual é necessário dar uma atenção especial:

Lotes para investidores

Esses potenciais clientes, preferem a compra de um produto que gere rentabilidade do capital investido a médio e longo prazo, quando se trata desses casos de lançamentos;

Lotes para clientes uso e consumo

Normalmente, são considerados os principais objetivos e alvo da empresa. A loteadora não precisa sacrificar margem de lucros para atendê-los, pois, a relação deles com o preço do empreendimento, já foi calculada mediante uma ótima análise de viabilidade;

Lotes para clientes empreendedores

Semelhante aos clientes investidores, o empreendedor busca desenvolver um projeto, visando atender um público específico;

Por que ser criterioso ao definir o valor para venda de cada lote?

A resposta parece clara, mas não é tão simples quanto parece. Errar nesse quesito pode prejudicar o sucesso do seu empreendimento. Por isso, conheça agora alguns passos essenciais para evitar erros:

  • É necessário satisfazer o consumidor

Um preço que se ajusta ao bolso do cliente, é uma das principais razões de compra dele;

  • Ajustar-se ao público alvo

O preço estabelecido também é uma forma de dizer ao mercado, quais são os tipos de consumidores que sua empresa pretende atingir;

  • Enfrentar a concorrência

Uma política de preços bem estabelecida, possibilita ao gestor conhecer até onde pode ir para se manter competitivo no mercado;

  • Saber conceder descontos

Definir uma margem mínima aceitável, assegura que a empresa não tenha prejuízos na venda;

  • Impulsionar resultados

Um preço de venda adequado, gera lucro e desenvolvimento, enquanto uma definição equivocada, compromete os resultados e pode levar ao fracasso;

  • Condições de pagar suas obrigações

Uma correta precificação, também garante que haja recursos em caixa, para o custeio da operação e pagamento das obrigações relacionadas a ela como: salários, comissões e impostos.

Conclusão

Os preços de lotes variam muito, porém, usando essa base é mais fácil conseguir êxito no seu empreendimento.

Seguir essas medidas corretamente, diminuem o risco de má precificação, na qual ocorre muitas consequências negativas se não forem levadas à sério.

A regra é simples:  se o preço estiver acima do ideal, você poderá perder clientes, se estiver abaixo, o lucro tende a ser menor.